lunedì 11 gennaio 2010

Gran Torino



Cada vez que vejo um filme de Clint Eastwood convenço-me que é um dos grandes cineastas dos últimos 20 anos. Clint não erra um filme. Dá-nos com simplicidade uma parábola sobre a violência e contra a violência, que em último grau nunca é a solução. Clint emociona, e secretamente todos esperávamos que o velho Eastwood desencadeasse um final à Callaghan, em vez disso...

P.S. Tenho um Clint em casa, neste filme é tão parecido com o meu pai... body & mind eheheh

Nessun commento: