martedì 14 luglio 2009

Samaria


Um filme cheio de metáforas que aborda o bem e mal com a sua inevitavel fusão, sem julgar e de uma forma nua, sem compromissos, emocional e comovente ao mesmo tempo. As cores do Outono reflectem o espírito torturado das personagens. Kim Ki-duk consegue dar grande beleza e inocência a uma história negativa sobre os efeitos adversos do desejo humano.

Nessun commento: