venerdì 20 febbraio 2009

Anna Politkovskaja



http://jlucmontant.multiply.com/reviews/item/10


Os três principais acusados no processo do assassinato da jornalista russa Anna Poltikovskaia foram hoje absolvidos pelos jurados do processo, de acordo com o veredicto lido esta tarde em tribunal.

O júri explicou não ter sido demonstrado que os dois irmãos tchetchenos Djabrail e Ibragim Makhmudov tenham sido cúmplices no assassinato da jornalista – feroz crítica do Kremlin – afastando assim a argumentação da acusação de que ambos tinham mantido Politkovskaia sob vigilância vários dias antes de ter sido abatida, a 7 de Outubro de 2006, com quatro tiros certeiros, três no peito e um na cabeça à queima-roupa. Segundo a procuradoria russa, o autor dos disparos fora um outro irmão Makhmudov, Rustam, que permanece até hoje por capturar.

Foi igualmente absolvido o ex-polícia Serguei Khadjikurbanov, operacional até 2002 da Unidade policial moscovita de Combate ao Crime Organizado, que fora acusado de ter organizado o assassinato de Politkovskaia.

Antes mesmo da leitura do veredicto, familiares, amigos e antigos colegas de Politkovskaia no diário "Novaia Gazeta", acusaram a justiça russa de ter falhado “redondamente” na resolução do caso – um dos mais chocantes envolvendo a morte de jornalistas na Rússia durante os oito anos de presidência de Vladimir Putin, actual primeiro-ministro. Dulce Furtado, com agências

Este crime continuará a fazer parte da lista de assassinatos de militantes e jornalistas da oposição russa que ficaram por esclarecer.

Nessun commento: