mercoledì 7 novembre 2007

O cerco de Milão

De que outra forma posso definir os três meses e meio de chuva, frio, nevoeiro e neve que estão para invadir Milão?.
O quotidiano torna-se pesado e cansativo, os franceses utilizam uma expressão que descreve muito bem este tipo de vida - "Métro, Boulot, Dodo", os fins de semana, são uma razão de vida. Com isto não quero dizer que a cidade morre durante o Inverno, pelo contrário, pulula de actividades. Sou eu que entro num estado de semi-hibernação. Talvez seja o meu organismo que necessita de calor, necessita do calor da minha casa, do meu dvd, dos meus livros e da minha musica.

2 commenti:

alex ha detto...

por aqui os dias ainda estão esplêndidos, mas já não deve ser por muito mais tempo. (nem dá vontade de pensar no inverno que se avizinha)

Scarlata ha detto...

Aqui acordei com o nevoeiro, nao se via um boi à frente do nariz...