mercoledì 11 luglio 2007

É um mundo cão...





Não, é vida de cão!

O abandono dos animais de estimação sobretudo na altura das férias é um assunto que deve ser considerado pela sua indiscutível importância.

São principalmente os cães, que sem qualquer tipo de escrúpulo são abandonados, como é possível numa sociedade como a nossa ? Ocorre-me uma possível explicação: A maior besta é a espécie humana.
Não quero ouvir razões, nem tentativas ridículas de desculpa, neste caso sou fundamentalista, não há perdão!
Reflectindo, não é para admirar (infelizmente), basta ver o que o ser humano é capaz de fazer aos seus semelhantes e compreende-se logo do que são capazes de fazer aos animais, criaturas completamente indefesas.

- É tão lindo o Fido, é tão carinhoso o Bolinhas... De repente, sem mais nem menos, é um peso, uma responsabilidade demasiado grande. Então o doutor e a excelentíssima senhora, o manel e a jaquina ou o zé da esquina, decidem acompanhar o bichinho a dar uma volta... uma grande volta... uma volta da qual não se retorna. Uma velhacaria inaudita.

Antes de levarem um animal para casa perguntem-se se têm arcaboiço para viver com uma criatura durante os próximos 10/15 anos. Se a resposta for não, deixem o inocente em paz.
Já fizeram o erro e agora estão a pensar em leva-lo a dar a tal volta? Levem o animal para canil. O canil não é de certeza uma boa solução, mas é sempre melhor que uma auto-estrada.

Dá cá a pata - devia ser um dar e receber e não um acto de submissão incondicional.

5 commenti:

dolphin.s ha detto...

aquilo que lhes desejo é que tenham um fim tão triste só e abandonado como o do animal que abandonam.

Scarlata ha detto...

Se tivesse a certeza que bastava desejar-lhes esse fim...

Também podiamos desejar-lhes um acidente com um animal abandonado na auto-estrada.

margarete ha detto...

nem de proposito, acabo de saber que o cão de um amigo está a morrer (tem 18 anos)
:(

Scarlata ha detto...

18 é uma vida... que mau. :(

alex ha detto...

para esses gajos, uma bomba é que era.