domenica 6 maggio 2007

Sou a pessoa mais preguiçosa que conheço, se não fosse pelo remorso que sinto se me contentasse, consumava dias a passar do sofá para a cama e da cama para o sofá.Eu trabalho a semana toda, empenho-me todos os dias, e quando tenho um momento livre gosto de o passar fazendo absolutamente nada. O único movimento bem aceite é a leitura ou a visão de algo que me interesse. A única coisa que me acende, que me ilumina por dentro e por fora é a vida nocturna. À noite eu estou sempre pronta, é quando eu sou mesmo eu. Isto passa-se já há alguns anos, tantos interesses e nenhuns, tanta vontade de aprender e nenhuma, tantas ideias e tão poucas. Obter o máximo com o mínimo. Acho que estou a envelhecer.

4 commenti:

blue ha detto...

belas ilustrações para o sentido da preguiça. um valor que procuro cultivar, pelo menos, ao domingo.
:)

Scarlata ha detto...

Eu pratico-a demasiado,acho. Se calhar sao as convençoes sociais que me condicionam...
:-)

alex ha detto...

deves ter a mania que és mais preguiçosa que eu. :0

Scarlata ha detto...

Eu tenho muitas manias e sou sempre mais tudo que os outros! :O